Reflexões

Aplicação do Design Thinking nas organizações

“Quando um produto ou serviço é inovador ele causa impacto na vida das pessoas e transforma para sempre a forma de essas pessoas viverem e trabalharem.” – Tennyson Pinheiro

aplicacao design thinking

Em um mercado cada vez mais competitivo, que busca por melhores performances e resultados, a inovação se tornou fundamental para o sucesso de serviços, processos e produtos. O uso do design para a criação de soluções tem sido estudado há anos por diversas instituições de pensamento. No entanto, nos últimos anos sua aplicação tem seguido para uma direção inusitada: os negócios.

A origem desta nova aplicação do design e do conceito de Design Thinking está associada à IDEO, empresa americana que desenvolve inovações com base no pensamento de um designer. Podemos descrever este conceito como uma metodologia criativa e prática para resolução de problemas e concepção de projetos.

Também podemos descrevê-lo como um processo colaborativo no qual as pessoas são convidadas a trabalhar em conjunto, buscando benefícios proporcionados pelos diferentes pontos de vista e perspectivas.

aplicacao design thinking 02
O processo do Design Thinking é composto por 5 grandes passos, tem como premissa básica a identificação do real problema com foco no consumidor final e, assim como o PDCA, deve ser repetido quantas vezes forem necessárias até que a solução final seja definida:

Descoberta – Em conjunto, os colaboradores definem quais são suas principais necessidades e identificam os problemas para os quais é preciso buscar soluções;

Interpretação - Procuram-se inspirações, discutem-se ideias e insights até que um ponto de vista seja definido para o desenvolvimento da etapa de ideação;

Ideação - Está aberto o espaço para um brainstorming, buscando-se muitas e diferentes ideias. A ideação também inclui o preparo de um plano mais detalhado, utilizando-se dos conceitos levantados durante as fases anteriores;

Experimentação - Inclui a aplicação de iniciativas e testes que coloquem em prática ao menos parte das conclusões tiradas em fases anteriores;

Evolução – Desenvolve-se o conceito inicial através dos testes realizados e do retorno conseguido através da solução criada. Essa etapa geralmente acontece com a observação da evolução da iniciativa com o passar do tempo. É importante salientar que, para ser posta em prática esta metodologia, são necessárias expertise e competências muito específicas, além da dedicação da equipe – que deve administrar seu tempo entre a rotina diária e o projeto a ser executado, o que ainda dificulta sua condução por parte das empresas.  

Design Thinking, com sua nova abordagem, é uma poderosa ferramenta que envolve todo o processo de inovação, desde a geração de ideias à inserção junto aos consumidores finais, possui uma visão holística, construtiva e experimental, focada na criação de soluções para necessidades dos consumidores. Suas principais contribuições se devem:

  • À maneira como é abordado o problema, através da identificação das questões-chave que conduzirão o processo de criação de oportunidades desejáveis ao consumidor, tecnicamente possíveis e mercadologicamente viáveis;
  • Ao modo que um designer pensa, através da criação de hipóteses e utilização do conhecimento para desenvolver soluções eficazes;
  • À busca contínua por soluções específicas e focadas no consumidor;
  • À rápida prototipagem e materialização da solução idealizada, de modo a criar diversas oportunidades e selecionar aquela(s) de maior relevância.

As organizações vêm adotando o Design Thinking em diversos níveis de sua estrutura pelos resultados inovadores, possibilidade de diferenciação de sua marca e agilidade na criação de novos produtos e serviços, uma vez que todo o processo é executado envolvendo diretamente os consumidores.